sexta-feira, 6 de novembro de 2015

#SOMOS #HUMANOS #SOMOS #FALHOS

Certa feita, perguntei ao meu professor o porquê de ouvirmos e estudarmos biografias de pessoas que possuíam vidas totalmente deturpadas e opostas em relação ao que a tal censura europeia pregava. 

Meu professor respondeu-me mais ou menos assim: - Marcos, não nos preocupamos com o que a vida particular deles representava ou representa para censura alguma, mas nos preocupamos com o legado cultural que essas pessoas nos deixaram. Retruquei: Mas professor, o cara falava sobre algo, porém a personalidade dele dizia o oposto ao que ele citava em seus textos e livros. 


O professor insistiu ... Marcos somos todos imperfeitos, mas todos possuímos algo de bom em nossa essência. Claro que compreendo isso, e é fato! Se permitirmos, todos nós podemos extrair sempre algo benéfico de nossas vidas que contribuirá para outras pessoas. 

Mas me entristeço quando vejo ou ouço moralistas ou falsos moralistas que não vivem o que obrigam outros a viverem, que falam tão bonito sobre coisas boas, mas em essência, não têm nada de agradável. O pior é que há  muitos que os seguem passo a passo, proliferam suas ações e os imitam " ipsis litteris".


Não fedem, nem cheiram, não temperam, nem salgam a vida de quem realmente precisa. Antes a contribuição das primeiras pessoas que citei têm melhor proveito à humanidade, pois até hoje são "proveitosa" no meio acadêmico, ou na prática diária. 

Pra finalizar,..., em uma entrevista para uma banca examinadora, os gestores me questionaram o motivo de desejar graduar-me  naquela faculdade. Em minha ingenuidade respondi que depois de formado desejava fazer diferença no meio em que estivesse inserido, e se tivesse condições, dar aos necessitados em vez de tirar deles. Não imaginava o quão difícil era minha aspiração. Não imaginava o quão desprezível para muitos, tão árduo e nobre para outros seria esse trabalho. 

Pois é mais fácil estar ao lado de quem nos bajula e pensa igual a nós a conviver com pessoas que precisam de nossa contribuição para subir os degraus da escada da vida. Por vezes os levaremos degrau por degrau. 

Jamais despreze quem pensa diferente de ti, jamais demonize ou pormenorize quem quer que seja, pois em meio à caminhada, poderão encontrar-se em momentos difíceis. Se desprezá-lo, quando necessitar, terás dificuldade de reconhecer que necessitas de quem desprezou tempos atrás. 

A vida é assim! O mundo dá muitas voltas. Ninguém é melhor que ninguém e aqueles que mais nos dão trabalho, serão nossos troféus. E quando os  vermos conquistando seus objetivos, notaremos que conquistamos o nosso também, pois auxiliamos alguém a subir alguns degraus da escada da vida. 

Todos possuímos algo proveitoso em nossa essência, todos! Cada qual possui o seu tempo de frutificar. Sejamos pacientes conosco e principalmente, conscientes que todos somos "humanos" e sujeitos a falhas! #MarcosReis