segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

EU #MR SOU UM MARGINAL, INDIGNADO E INCONFORMADO









Pense na situação:

Uma pessoa não estava habilitada a trabalhar, uma vez que sofria sintomas desconfortáveis que limitava-lhe a vida. Era cardiopata. Incontáveis foram os dias de dores, chegava a ter dificuldade de caminhar por conta de ambos, inchaço e fortes dores. A mesma pessoa não estava habilitada a laborar por conta de sua cardiopatia. Foi submetida a perícias e perícias que comprovavam sua limitação, digo, sua enfermidade que a permitia sobreviver por meio de uma válvula mitral. Os peritos diziam que ela não era doente e que não a liberaria para receber benefício. Trabalhar (laborar) não era problema e isso a pessoa fazia desde criança. Sua doença realmente não era empecilho. O desconforto vem aí:

Cada vez que sofria com os sintomas que diversificaram-se com o passar do tempo, ia ao médico que não mudava a rotina de diagnósticos, sempre dizia a mesma coisa: tome seus remédios... e a mandava de volta para casa, afirmando que depois de seis meses voltaria a vê-la. Foram anos nessa mesma rotina. Até que um dia foi detectado um problema sério no rim que comprometeu-a 35 cinco dias, mantendo-a internada, problema que causou demência e a fez envelhecer 10 anos. Algo muito triste para a família. Notei através de buscas que acidente como esse acontece com cardiopatas, mas os médicos jamais nos informaram. Pra quê? Não importa não é? Não desejo desabafar, principalmente porque site algum, blog, facebook ou pessoa alguma jamais poderão fazer aquilo que DEUS é extremamente capaz: trazer consolo, conforto, paz interior e justiça! Porém gostaria de compartilhar algo que possa contribuir para que, se alguém tem algum amigo ou familiar com algum problema de saúde que precisa de extremo cuidado, não espere amor, cuidado ou compreensão de quem quer que seja, antes, cuide muito bem de seu ente querido e faça aquilo que sua possibilidade lhe permitir. A vida está tão banalizada que o descaso é gigante! Enorme! E só quem ama de verdade pode cuidar dos seus de forma incondicional.

Por fim, o maior dos desconfortos.

A pessoa enfarta e falece, pode-se notar que foi "fulminante", o benefício lhe fora negado por quem jamais meteria a mão no bolso para pagar-lhe um tostão furado, e a “Causa Mortis”, ou seja, a definição do óbito foi: Causa mortis indeterminada. O que está por trás disso tudo? Não é para ser “INCONFORMADO” com um sistema diabólico que deseja pisar em cima de pessoas que desejam viver com dignidade sem querer prejudicar o próximo? Quem quer que seja, cujas atitudes compactuem com esse sistema infernal e maligno, pessoas que desejam sobressair em meio aos outros com atitudes reprováveis, estão fora de cogitação, fora da possibilidade de fazer parte do roll de amigos de quem deseja viver com simplicidade e de forma digna.

Continuo sendo MARGINAL, INDIGNADO E INCOFORMADO com tudo aquilo que deseja sobrepujar a mim ou a quem quer que seja de forma corrupta, grosseira e desrespeitável. Seja de qualquer segmento da sociedade, sem discriminação. Sou”MARGINAL” por insistir em viver à margem das mazelas e dos esmolés que pedem e por si mesmos distribuem esmolas a incautos. INDIGNADO por não me rebaixar ao ponto de me render aos mesmos e sempre “INCONFORMADO” porque com muita dificuldade, sigo as instruções de uma manual que me inspira a não ser conformado com tudo isso, porém anelar ser diferente e em meio às minhas debilidades e limitações, querer mudar-me a mim mesmo, mesmo que a passo de formiguinha, e o cenário em que vivemos. #MRemRomanos 12:1e2