Pular para o conteúdo principal

#geraremunidade




Ao observar lindos cachos de uvas, nos sobrevém inúmeros pensamentos. Creio ser o principal, o de provar, uma a uma, as suculentas e açucaradas uvas desse cacho, ou somente contemplar a beleza, por ser tal imagem chamativa e aprazível aos nossos olhos.

Com certeza esquecemos de notar que para se produzir frutas como essas, é neccessário muito cuidado com a árvore que as produz, a 'videira', nome lindo, por sinal. Videira nos faz lembrar gerar vida. Pronto! É isso aí!

Eis aí um sentido para a imagem da uva. E sem sombra de dúvida, "gerar vida", foi quando imperativamente ordenou Deus aos seus filhos recém criados na face da terra. Disse-lhes: «Crescei e multiplicai-vos, enchei e povoai a terra. G"n 1:28". Gerem vidas! Ordenou o cuidadoso Pai aos filhos e herdeiros de toda a criação.

Claro que mudamos o sentido de 'dominai', dominar é uma palavra que o povo adora. Dominar! Dominar!

Deixemos o domínio de lado e vamos para 'povoar', gerar. As uvas nos lembram isso, e com certeza é um bom fruto para representar a multiplicação na unidade. Observemo-nas, elas estão ajustadas e se separarmos, o lindo cacho será desfeito, e claro que separadas não expressam a mesma beleza.

Gerar em unidade, nos dá a entender que quando estamos juntos, com o mesmo objetivo, com o mesmo sentimento, não é necessário obrigações predeterminadas ou ordem de ostentáveis mandatários.

Aquele que entende a simplicidade do Cristianismo, entende a simplória comparação entre o cacho de uva e os simples servos unidos com o objetivo de gerar outros servos. Futuros cachos, futuras vidas.

Não existe estratégia melhor que a simplicidade. Somente não queremos usar dela. Cremos que isso é 'ultrapassado', precisamos surfar as ondas do avivamento que vem por aí. As ondas passam, o vento acalma-se e o mar fica "flat" (liso). Então? Vamos nos utilizar de máquinas fazedoras de ondas? Não!

Não, não há estratégias, há um mandamento, "uma comissão", um chamamento. Direto daquele que se entregou por nós. Ele quer que nos entreguemos também. É assim.

Onda, avalanche, coisas do gênero lembram poder, força, devastação, domínio. Olha aí a palavrinha de novo. Claro que são apenas palavras, mas palavras com atitudes, ações ... produzem efeitos bombásticos!


Vamos ficar com o simples cacho de uva que lembra frutificar, gerar em unidade. Chega de palavras, chavões, slogans, e coisas do gênero. Se nas coisas simples não conseguimos ser 'um', quanto mais nas complexas. Aí então que nos perderemos em distância uns dos outros. A simplicidade de Cristo atraia a todos, até quem não acreditava ser Ele o Filho de Deus. Esses, esses o seguiam mesmo, e de perto.

Vamos tentar unidos gerar frutos, e esses, dignos, que permaneçam.

"Vós não me escolhestes a mim mas eu vos escolhi a vós, e vos designei, para que vades e deis frutos, e o vosso fruto permaneça, a fim de que tudo quanto pedirdes ao Pai em meu nome, ele vo-lo conceda". João 15:16.

Jesus foi duro, sincero e fiel em sua missão, em Mateus 3:8 Ele confrontou líderes religiosos da época, que com certeza faziam como alguns hodiernos, eles perdiam tempo em contendas, dissoluções, divergências doutrinárias, campanhas infames e infernais contra o Filho Unigênito, ao invés de anunciarem o Reino de Deus. E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?

"Produzi, pois, frutos dignos de arrependimento e não presumais de vós mesmos, dizendo: Temos por pai a Abraão; porque eu vos digo que mesmo destas pedras Deus pode suscitar filhos a Abraão.E também, agora, está posto o machado à raiz das árvores; toda árvore, pois, que não produz bom fruto é cortada e lançada no fogo".

É hora de crescer, em mente, ter sabedoria, discernimento e maturidade para ,com simplicidade, poder desfrutar de uma vida saudável junto a todos. E multiplicar esses ingredientes adquiridos na busca por um caráter o mais próximo possível ao de Jesus. Parece algo complexo, ou até Filosofia, mas não, não é, é cristianismo na sua essência. Viver na simplicidade de Jesus Cristo, gerar frutos dignos de arrependimento, e que esses frutos permaneçam para reproduzirem-se. É isso!

Fazendo assim, nossa vida terrena terá sentido, haverá repercussão eterna e nos aproximará mais do único digno de glória, louvor e exaltação.

Soli Deo Gloria.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

QUAL O SENTIDO DA VIDA?

Hoje, 29 de dezembro, pela manhã estive pensando e repensando parte da caminhada em 2016. E algo ecoava-me na mente , e com certeza ecoa na mente de muita gente.
Aproveitei o ensejo entre uma canção e outra que escutava para compreender o que motiva-nos a espelhar-nos em alguma figura pública, músico ou banda, que através de suas vidas e obras influenciam gerações. Levando-as ao sucesso ou ao fracasso.
O gosto musical, a admiração por banda ou cantor às vezes tem certo sentido, ou significado. Não busco o sentido da vida ou a perfeição em ser humano algum, tampouco me inspiro em artistas ou músicas que não me dão esse sentido essencial à vida. Em particular o que mexe com o seu sistema sensorial sempre tem a ver com o "background"? Tem a ver com aquilo que está por trás?
         Tudo parece ter sentido quando sabemos o que motivou-nos a fazer alguma coisa. É certo que há coisas que simplesmente fazemos e pronto. Está feito! Não tem um porquê. Se algo que fazemos não tem se…

# DO ESPÍRITO DE JEZABEL À COVARDIA DE ACABE

Para refletirmos  sobre nosso momento histórico. Na época do Profeta Elias, viveu Acabe, rei de Israel. Poderoso e próspero. Acabe fez grandes construções. Porém, de acordo comhistória bíblica, foi Influenciado por suaesposa Jezabel, promovendo a idolatria em todo Israel. Deixando de reverenciar ao Deus de seu povo e passando a adorar o deus Baal. O rei Acabe foi condenado por ter cometido muitos males, também por permitir que sua esposa cometesse muitas atrocidades em Israel. Certa feita Elias disse a Deus que somente ele não havia prostrado-se aos deuses estranhos. Porém afirmou Deus que Elias estava equivocado. Havia mais profetas que não se deixaram levar pelo sucesso momentâneo, pela fama, pelo medo de profetizar contra toda oposição ao Deus de Israel, pelo medo de estarem sós e terem de enclausurarem-se na caverna, permanecendo de bocas fechadas. Todos somos limitados e dependemos da graça de Deus para nos mantermos de pé. Nos mantermos firmes e convictos de que há profetas que n…

KELLY SLATER VENCE SEUS TEMORES E VAI ALÉM DE SEUS LIMITES

Eu poderia estar ...  me vitimizando  ...fazendo qualquer coisa durante minha adolescência, mas preferi vencer minhas limitações e ir além naquilo que mais gosto de fazer! Podem ser frases clichês, porém tratam da pura verdade!
      Cada qual reage de uma forma em relação aos fracassos e sucessos na vida. kelly Slater preferiu vencer suas inseguranças para ir além de suas possibilidades.
Vencer Kelly Slater é algo possível para alguns atletas hoje em dia. Há quem consiga tal façanha. Sim, há. Porém ser onze vezes Campeão do Mundo [...] não é para todos.  Vale a pena assistir ao vídeo de Kelly Slater testemunhando sobre sua vitória na vida.Ele explica o motivo que o levou a ser 11 vezes campeão do mundo. 11 vezes!

    Em primeiro lugar ele buscou derrotar suas fraquezas que provavelmente o levariam ao fracasso. Ele observou bem que os amigos que excediam ao uso de drogas, viviam sem limites fazendo da vida desregrada uma montanha russa de altos e baixos, fracassaram naquilo que almejaram…